Os mitos e verdades sobre a pipoca de micro-ondas

13:27

Produto ainda carrega mitos e possui benefícios pouco conhecidos


A pipoca é muito apreciada por todos os brasileiros em suas diferentes versões. O snack é prático e pode ser consumido em diversas ocasiões do dia, como quando bate aquela fominha a tarde no trabalho, durante as partidas de futebol, na reunião com a família e amigos em casa e até no happy hour.

Ótima opção para um lanche rápido, divertido e saboroso, a pipoca é fonte de vitaminas, de minerais como zinco e magnésio, gera sensação de saciedade e fornece fibras que auxiliam no bom funcionamento do intestino.

Apesar disso, muitos mitos ainda cercam o produto. Por isso, a convite de Yoki, a nutricionista Taciana Yuri reuniu benefícios, curiosidades e mitos, sobre a pipoca de micro-ondas. Confira:

BENEFÍCIOS

• Antioxidantes
Segundo um time de cientistas da Universidade de Scranton (EUA), a pipoca reúne mais antioxidantes do que uma porção de frutas e verduras, o que faz com que ela possa ser uma aliada contra os radicais livres: aquelas moléculas instáveis e perigosas que atacam as células e provocam desde envelhecimento precoce à câncer.


• Fibras
Na casca da pipoca são encontradas doses generosas de fibras, nutriente importante para cuidar do bom funcionamento do intestino. Além disso, as fibras tornam a digestão mais lenta, prolongando a sensação de saciedade e podendo ajudar no emagrecimento.


• Diabetes tipo 2
A pipoca pode ser uma fonte de carboidrato muito boa para pessoas com Diabetes Tipo 2. O grão da pipoca é pouco digerido pelo nosso organismo, não causando elevações repentinas de açúcar no sangue (glicemia).


 Benefício para mulheres
Oferece ácido fólico, vitamina importante para mulheres em idade fértil e que desponta em diversas pesquisas como protetora do coração. Contém ainda pequenas doses de minerais como o fósforo e o potássio, uma dupla que atua no sistema nervoso, na formação dos ossos e na manutenção dos músculos.

MITOS

MITO: Pipoca de micro-ondas tem muita gordura
A gordura utilizada para a fabricação das pipocas Yoki* é a gordura de palma, uma gordura de origem vegetal, naturalmente isenta de gordura trans, pois não sofre nenhum processamento.
*Apenas algumas opções do portfólio, como os sabores manteiga e bacon, possuem aroma com gordura vegetal hidrogenada. O teor é baixíssimo, por isso é declarado como zero na embalagem.


MITO: Pipoca de micro-ondas dá câncer
O uso do forno de micro-ondas já foi demonstrado como seguro para aquecer os alimentos. Não há alterações nos produtos que possam trazer qualquer risco à saúde do consumidor. A hipótese de que a pipoca de micro-ondas poderia fazer mal foi levantada por causa do uso de uma substância chama diacetil, utilizada em aromatizantes com sabor de manteiga em algumas marcas de pipocas. Foi constatado que a elevada exposição a essa substância poderia estar associada ao aparecimento de complicações pulmonares. As pipocas Yoki não levam essa substância em sua composição.


MITO: Pipoca de micro-ondas tem muito sódio
Nem todas. No portfólio Yoki, por exemplo, existem desde produtos que não possuem sódio como a Pipoca sabor natural.


MITO: A pipoca Yoki possui transgênico
A pipoca Yoki não possui componentes transgênicos. A produção da pipoca Yoki é verticalizada, o que possibilita um controle total de todo o processo. A marca escolhe desde a linhagem do milho que será plantada, quem serão os agricultores parceiros e controla toda a etapa de processamento até a produção.

You Might Also Like

0 comentários

Só libero os comentários depois de lê-los.
Se tiverem alguma dúvida, perguntem que eu responderei por aqui mesmo!
Obrigada pela visita!

Seguidores

Hurb