Conheça os mitos e verdades sobre os antitranspirantes

22:17

Entenda os tabus do assunto e qual a solução mais indicada para os momentos de suor intenso

 Muito se fala sobre antitranspirante, mas nem todo mundo sabe quais são as principais características e vantagens do produto, além de existirem alguns mitos sobre o assunto. Segundo pesquisa da Euromonitor International, o Brasil é o segundo maior mercado consumidor de desodorantes no mundo e ainda assim existem muitos tabus sobre o assunto. Conheça os mitos e verdades sobre antitranspirantes:





Desodorante e antitranspirante são a mesma coisa?
Mito - Não, são produtos diferentes! O desodorante tem a finalidade de controlar o mau odor produzido pelas bactérias que ficam nas axilas. Enquanto o antitranspirante evita o excesso de suor, controlando as glândulas sudoríparas - que são as responsáveis por esse processo.

Apenas o nervosismo intensifica a transpiração?
Mito -- Existem diversas situações em que o suor é intensificado, um exemplo são casos de tensão - com o aumento dos batimentos cardíacos e, por consequência, da temperatura do corpo, o suor é fabricado em maior quantidade. Além do fator emocional, exercícios físicos e movimento também podem intensificar a sudorese -- quanto mais intensos, mais suor produzem. O calor também é outra situação que agrava a transpiração: é natural que em ambientes quentes haja mais suor, afinal, o corpo está tentando manter a sua temperatura. E, por fim, por questões de saúde, há pessoas que suam mais do que as outras, e essa é uma disfunção conhecida por hiperidrose.

Existem diferente tipos de glândulas sudoríparas?
Verdade -- Existem as glândulas apócrinas que ficam concentradas em algumas áreas específicas do corpo, como a virilha, o couro cabeludo e as axilas. São ligadas a regiões com pelos e secretam um suor que contém lipídios e aminoácidos. E existem as écrinas que estão distribuídas por todo o corpo e são ativas desde que nascemos. O suor que elas exalam não tem cheiro, porque é composto basicamente por água e sais minerais.

O antitranspirante ajuda a prevenir o mau cheiro?
Verdade - O suor é um mecanismo do corpo humano que regula a temperatura interna do organismo e impede que o calor prejudique os órgãos. O mau cheiro não está na transpiração. Na verdade, o odor corporal é causado por bactérias. O líquido do suor é composto por água, sais minerais, proteínas e lipídios, o que acaba virando alimento para os micro-organismos que já vivem na pele. Nesse processo, as bactérias soltam excreções que possuem cheiro forte. Para prevenir o mau odor, basta usar um produto com ação antibacteriana que ajuda a impedir a reprodução desses microrganismos.

Os bebês não transpiram nas axilas?
Verdade - As glândulas apócrinas, que se concentram nas axilas, só se desenvolvem a partir da puberdade. Antes disso, só funcionam as glândulas écrinas, que não provocam suor fedido. Por isso é que só na adolescência as axilas começam a cheirar mal.

Os homens suam diferente das mulheres?
Verdade -- Por terem muito mais pelos, o suor masculino é diferente, pois é mais comum a presença de mais glândulas apócrinas. Mas o aroma do suor também é determinado por vários outros fatores, em especial o uso de medicamentos, o tipo de alimentação e o consumo excessivo de álcool. O suor dos diabéticos também é diferente.

O aerosol é mais eficaz?
Mito - Os dois modelos de produtos, aerosol e roll-on possuem a mesma eficácia - bloqueiam o suor. Mas, o que muda é a aplicabilidade. O produto roll-on é mais cremoso tem uma boa aderência à pele e uma secagem um pouco mais lenta. Enquanto o aerosol é mais líquido, tendo também uma boa aderência à pele e uma secagem muito mais rápida - ideal para a correria do dia a dia.

A composição do antitranspirante é perigosa?
Mito - Os sais de alumínio são utilizados em todos os antitranspirantes. Todas as composições são seguras ao uso, certificados pela Anvisa e por órgãos reguladores da Europa e Estados Unidos.

Passar antitranspirante antes de dormir faz mal?
Mito - Aplicando à noite, o produto consegue penetrar melhor na pele, criando uma camada de maior proteção nas axilas - e, com o reforço pela manhã, a eficácia do produto fica ainda melhor. Durante a noite, o nosso metabolismo cai, já que o corpo não realiza nenhum tipo de atividade física ou esforço. Ou seja, ele fica sem produzir suor.

Não há necessidade de reaplicar o antitranspirante durante o dia?
Verdade - Não é preciso aplicar o produto várias vezes. Caso decida reaplicar ao longo do dia, recomenda-se lavar e secar a axila para obter o máximo benefício do produto e da fragrância.

Existem vários métodos para auxiliar na proteção da transpiração?
Verdade - Para que a transpiração não seja um incômodo durante a rotina diária, existem vários métodos eficazes. O mais famoso é o antitranspirante que leva em suas fórmulas alguns ativos que “formam um gel sobre a superfície da pele, impedindo a liberação excessiva de suor. Quando o ingrediente ativo torna-se em solução, também ativa suas propriedades antibacterianas e impede que as bactérias da axila produzam o mau cheiro.
O aerosol Rexona Clinical é o produto da Unilever que possui uma tecnologia que promete proteção contra o suor com apenas uma aplicação do produto. Agora no formato preferido do consumidor brasileiro, traz produção superior à sua versão em creme. O produto foi testado e aprovado por 91% dos consumidores, que afirmam que este é o produto mais eficaz do mercado contra o suor e o mau odor, pois oferece proteção 3 vezes superior aos antitranspirantes comuns.

You Might Also Like

0 comentários

Só libero os comentários depois de lê-los.
Se tiverem alguma dúvida, perguntem que eu responderei por aqui mesmo!
Obrigada pela visita!

Seguidores

pickedresses