Almoço de Páscoa: em meio a pandemia, o que servir para a família?

20:18

A nutricionista Adriana Stavro montou um cardápio, com entrada, prato principal e sobremesa, e garante que, mesmo que seja simples, é possível preparar uma refeição completa, saborosa e bem-apresentada.
Faltam poucos dias para a Páscoa, e a indústria do chocolate tenta se reinventar em meio à pandemia do coronavírus. Da grande indústria aos pequenos negócios, um dos principais desafios é encontrar meios de chegar até o consumidor. Para muitos, a alternativa tem sido recorrer às entregas por delivery. Mas as estratégias também incluem vendas personalizadas, com desconto e frete gratuito. Pelas redes sociais os apelos também são muitos. Vão de movimentos tentando mudar a data #PascoaAteJunhoe lives oferecendo orientações de marketing de venda para atrair o consumidor. Enfim, está valendo tudo.

A minha sugestão é que as famílias se reúnam, com ou sem chocolate, pois, a Páscoa é tempo de celebrar a vida e união ao lado das pessoas que mais amamos. Essa data significa recomeço, uma nova oportunidade de rever o que fazemos e melhorar cada vez mais, é um novo ciclo.

Além disso, é claro, é época para fazer alguns pratos típicos, porque toda celebração tem que ter comida. Para algumas famílias quem não pode ficar de fora do cardápio é o bacalhau, para outras pode ser um peixe qualquer, mas o importante mesmo é comemorar.

Mas, não podemos esquecer que as circunstâncias nos obrigaram a considerar que a auto quarentena continua. Por isso, vamos nos organizar. Quais alimentos precisamos comprar para o almoço de páscoa? Neste momento a mensagem principal é: planeje com antecedência, assim vai evitar desperdício, corre-corre e super mercados lotados (o que é contra indicado para o momento atual). O ideal é organizar a refeição pelo número de pessoas da família, já que este ano, devido a pandemia, não teremos convidados. No caso do bacalhau ou outro peixe calcule de 120 a 150 gramas por pessoa.

Para ajudar nesta tarefa, e deixar seu almoço ainda mais gostoso, vou elaborar uma sugestão de cardápio com itens que você precisará ter à mão para preparar receitas simples, mas que com certeza vão agradar a todos.


Entrada
Salada verde ao molho francês



Ingredientes:
Molho
• 6 colheres (sopa) de azeite
• 3 colheres (sopa) de vinagre
• 2 colheres (sopa) de mostarda
• 2 colheres (sopa) de mel
• Sal e pimenta do reino a gosto

Salada
• Azeite para finalizar
• 1 pé de alface americana
• 1 pé de alface lisa
• 1 pé de alface roxa
• 1 pé de radicchio
• 1 maço de rúcula
• 1 bandeja de endívias

Modo de preparo:
Molho: Em uma tigela junte todos os ingredientes, misture bem e tempere com sal a gosto.Reserve.

Salada: Lave e higienize corretamente todas as folhas. Seque. Distribua em uma saladeira, regue com o molho reservado e sirva em seguida

Dica: A salada pode ser montada antes, mas só acrescente o molho no momento de servir.


Prato principal
Bacalhau ao forno



Ingredientes:
• 1 kg de Lombo de Bacalhau dessalgado
• 500g de batatas médias, sem casca e cortadas em rodelas finas
• 3 cebolas, cortadas em rodelas finas
• 1 pimentão vermelho, sem o miolo, cortado em rodelas finas
• 1 pimentão amarelo, sem o miolo, cortado em rodelas finas
• 3 ovos cozidos e cortados em rodelas finas
• 500ml de azeite de oliva extra virgem
• Pimenta do reino à gosto
• Azeitonas pretas para decorar
• Salsinha cortada bem miúda, para decorar

Modo de Preparo:
• Em uma panela grande, acomode os lombos de bacalhau e acrescente água filtrada, aproximadamente até as postas serem cobertas pelo meio, deixe cozinhar por cerca de 20-30 minutos. É importante verificar com frequência se a água não está seca, para evitar que o bacalhau grude no fundo da panela. Caso seja necessário, vá acrescentando água quente até o bacalhau cozinhar. O tempo de cozimento dependerá da altura da posta do peixe. Para saber o ponto exato em que o fogo deve ser desligado, é só espetar um garfo nas postas e verificar se o peixe está cozido, mas sem desmanchar. As postas devem ficar inteiras e pré-cozidas, pois o bacalhau será levado ao forno para finalizar o cozimento.

• Cozinhe também as batatas cortadas em rodelas finas, até ficarem "al dente".

• Em outra panela, coloque um pouco de azeite e frite as cebolas e os pimentões, até que fiquem dourados, tempere com pimenta do reino à gosto.

• É importante o précozimento das batatas e dourar as cebolas e pimentões para evitar que no forno acumulem água.

• Em uma refratária oval e alta monte em camadas. A primeira camada faça com as batatas cozidas e metade da cebola e pimentões. Acomode o bacalhau e regue com azeite. Acrescente o restante das cebolas e pimentões, mais uma camada de bacalhau, os ovos cozidos e as azeitonas pretas, regando com mais um pouco de azeite. Leve a travessa ao forno pré-aquecido por aproximadamente 40 minutos em média. O importante é que o azeite e todos os ingredientes da receita devam estar fervendo. Assim que retirar do forno, salpique a salsinha e sirva em seguida.

Acompanhamentos
Batata palha e Arroz branco.


Sobremesa
Pudim de Chocolate Funcional


Ingredientes:
• 1 copo de leite de castanha de caju ou amêndoas
• 1/2 xícara de biomassa de banana verde amolecida
• 1 colher de sopa de cacau em pó
• 1 colher de sopa de mel
• 1 banana madura
• 1 colher de sopa de farinha de chia
• 1 colher de chá de canela

Modo de preparo:
Leve ao fogo o leite, a biomassa, o cacau, a canela e o mel. Mexa sempre depois que ferver para engrossar. Quando tiver engrossado, dilua a farinha a chia com duas colheres de sopa de água e despeje na panela e mexa rápido para dissolver bem. Amasse a banana e coloque na panela. Desligue o fogo, leve a mistura para o liquidificador bata até formar um creme homogêneo. Leve à geladeira por + ou - 3 horas. No final, pode colocar coco ralado por cima para decorar (opcional).

Para a biomassa, lave as bananas sem retirar a casca ou os talos e certifique-se de que elas estão bem fechadas, sem falhas na casca. Coloque água em uma panela de pressão suficiente para cobrir as bananas e deixe ferver. Assim que ferver, coloque a fruta e tampe até conseguir a pressão. Depois que a panela estiver com pressão, abaixe o fogo e deixe por mais 10 minutos. Deixe que a pressão saia naturalmente. Sem deixar as bananas esfriarem, retire-as da água e tire as cascas rapidamente. É importante fazer isso enquanto elas ainda estão quentes, pois, caso esfriem, elas endurecem. Utilize um processador ou liquidificador para batê-las até formar uma pasta. Caso seja necessário, coloque água utilizada no cozimento para deixa-las mais macia. Caso não queira utilizar imediatamente, ela pode ser congelada em potinhos.




Mais sobre Adriana Stavro:

Adriana Stavro Formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo. Pós-graduada em Doenças Crônicas não Transmissíveis pelo Hospital Albert Einstein. Pós graduanda em Nutrição Clinica Funcional pela VP consultoria, pós graduanda em Fitoterapia pela Course4U.

Especialidades:
• Saúde, bem estar e emagrecimento;
• Nutrição funcional;
• Doenças Crônicas;
• Regulação do estresse e do sono;
• Nutrição para gestantes;
• Acompanhamento pré e pós cirurgia bariátrica;
• Alergias alimentares;
• Nutrição vegetariana e vegana;
• Nutrição para prática de atividade física;
• Protocolo Detox;




You Might Also Like

0 comentários

Só libero os comentários depois de lê-los.
Se tiverem alguma dúvida, perguntem que eu responderei por aqui mesmo!
Obrigada pela visita!

Seguidores

Hurb